COMPARTILHAR
Nas fotos, Luís Otávio e Geraldo, pai e filho, moradores da Comunidade de São José dos Rosas, que realizaram o cadastro esta semana.
Continua depois da publicidade.

O cadastro deverá ser realizado no Centro de Memória Municipal até o dia 31 de julho

Ismael Costa – Ascom/Samonte

Reconhecidos como parte da identidade e da tradição de Minas Gerais, as violas e os violeiros se fazem presentes em diversos contextos culturais e religiosos do estado. Valorizar os saberes e as expressões ligadas a esse patrimônio imaterial é essencial para manter a tradição e faz parte de um estudo do Instituo Estadual de Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (IEPHA-MG).

Continua depois da publicidade.

A pesquisa em Santo Antônio do Monte consiste no preenchimento de um cadastro de violeiros e luthiers (fabricantes) de violas, que permitirá ampliar os conhecimentos sobre esse patrimônio cultural no estado. O cadastramento visa também uma aproximação Secretaria de Cultura e Turismo de Santo Antônio do Monte com os bens culturais pesquisados.

As fotos que ilustram esta nota são dos violeiros Luís Otávio e Geraldo, pai e filho, moradores da Comunidade de São José dos Rosas, que realizaram o cadastro esta semana.

Para aderir à pesquisa, basta comparecer no Centro de Memória Municipal, Praça Getúlio Vargas – Centro, até o dia 31 de julho. Informações: (37) 3281-7326.

Luís Otávio e Geraldo, pai e filho, moradores da Comunidade de São José dos Rosas, que realizaram o cadastro esta semana.

Deixe o seu comentário e compartilhe no Whatsapp