COMPARTILHAR
Continua depois da publicidade.

Foi realizada nesta manhã uma blitz educativa de combate ao mosquito transmissor da dengue. Agentes de endemia da Vigilância Sanitária, com o apoio de agentes de saúde e funcionários da Pharlab distribuíram panfletos e orientações na esquina da avenida Brasil com rua Alagoas. Cerca de 20 pessoas participaram da iniciativa.

O objetivo da ação é prevenir o nascimento de novos mosquitos Aedes Aegypti. “É importante o cidadão entender que, durante esse período seco, a reprodução de novos mosquitos é pequena, pois não existem depósitos de água para o desenvolvimento dos ovos. Mas precisamos eliminar qualquer foco que possa se tornar um criadouro antes do período chuvoso. Os ovos que estão espalhados nos quintais, nas calhas, nos canos, em pequenos plásticos, estão aguardando a água para se tornarem novos mosquitos. Nesse momento é que é importante eliminar os focos de criação, para que tenhamos uma incidência pequena no próximo ano”, explicou o secretário de Saúde, Geraldo de Almeida, que acompanhou a blitz educativa.

Continua depois da publicidade.

Almeida acrescentou que a secretaria obteve um alvará da Justiça Eleitoral autorizando a realização da ação. “Como se trata de doença endêmica, estamos realizando esta campanha dentro do que a lei permite, visando a orientação e utilidade pública”, destacou.

No primeiro semestre de 2016, os casos confirmados de dengue caíram 95% comparados com o mesmo período do ano anterior.

Iniciativa teve a participação de agentes de endemia, agentes de saúde e colaboradores da Pharlab / Foto: Sabrina Silva
Iniciativa teve a participação de agentes de endemia, agentes de saúde e colaboradores da Pharlab / Foto: Sabrina Silva

 

Deixe o seu comentário e compartilhe no Whatsapp