COMPARTILHAR
Continua depois da publicidade.

Cerca de 100 fornecedores e parceiros se reuniram em Lagoa da Prata com os representantes da Biosev, a segunda maior processadora global de cana-de-açúcar. O objetivo do encontro foi debater sobre os desafios e perspectivas do setor sucroenergético. O evento foi realizado no dia 16 de outubro no Umuarama Clube, e contou com a presença do presidente da Biosev, Rui Chammas e de outros diretores.

Leandro Kaster (centro), superintendente da Biosev em Lagoa da Prata, Carlão e Lucas, da secretaria de Desenvolvimento.
Leandro Kaster (centro), superintendente da Biosev em Lagoa da
Prata, Carlão e Lucas, da secretaria de Desenvolvimento.

De acordo com Leandro Kaster, superintendente da unidade da Biosev em Lagoa da Prata, a ideia é que eventos como este continuem a ser promovidos para que seja feita uma aproximação com os parceiros da empresa. “Estamos felizes com os resultados que estamos tendo através das parcerias. O momento agora é de expor para esses fornecedores e parceiros o que a Biosev tem feito, ou seja, levar informações e debatermos sobre elas”, afirmou.

Continua depois da publicidade.

Para Rui Chammas, presidente da Biosev, o evento é muito importante para a empresa e para os fornecedores. “Estamos tendo a oportunidade de reunir essas pessoas que acreditam em nosso trabalho. Portanto, é nosso dever mostrarmos a eles o atual cenário do açúcar, etanol e energia”, destacou.

O evento contou também com a presença do secretário municipal de Desenvolvimento Carlos Henrique Lacerda (Carlão) e do secretário de Meio Ambiente Lessandro Gabriel. No local foi servido pelo buffet Divina Gula um coquetel e, logo após, um almoço.

Carlão avaliou a iniciativa da Biosev em promover o encontro. “Esse tipo de evento é muito importante para mostrar a proximidade que a empresa tem com a população, e também para estreitar os laços com os produtores. Uma demonstração clara disso é a construção da fábrica de ração que fornece para produtores da cidade e da região. As palestras mostraram a relevância de um empregador que gera 1500 empregos diretos e 300 indiretos, somente em Lagoa da Prata,” afirmou.

Deixe o seu comentário e compartilhe no Whatsapp