COMPARTILHAR
Continua depois da publicidade.

Com investimentos em tecnologia e gestão de pessoas, usina bate recorde na produção de açúcar

Foi celebrada na manhã de hoje (06/01), na Igreja Santa Clara, a missa de encerramento da safra 2016 da Biosev em Lagoa da Prata. Cerca de 400 colaboradores da empresa participaram do evento, que também teve a presença de parceiros da empresa e do prefeito Paulo Teodoro. Após a cerimônia, a superintendente agroindustrial Tânia Márcia Campos Fernandes anunciou que a companhia registrou recorde na produção de açúcar, com 2 milhões e 555 mil toneladas produzidas, com grande parte destinada à exportação.

“Nunca produzimos tanto açúcar quanto na safra deste ano. Exportamos quase toda a produção. Mais do que isso, estamos sendo conhecidos como uma usina em franca expansão e estamos ganhando a confiança dos acionistas e da nossa diretoria. Isso é resultado do esforço de cada um de vocês. Agradeço a cada colaborador pela contribuição que deu, pelo esforço pessoal, pelo resultado de suas ações, pela responsabilidade com o colega de trabalho. Estamos aqui para agradecer o ano que tivemos. Vamos continuar nessa marcha de desenvolvimento”, comemorou a superintendente.

MUDANÇA CULTURAL

Continua depois da publicidade.

Em 2016, a Biosev realizou diversas ações que permitiram à companhia a criação de um ambiente propício à geração de resultados positivos, em vários setores. A primeira mudança importante foi a nomeação de uma liderança da empresa que conhecesse a realidade local e fizesse a aproximação da usina com os vários segmentos da comunidade. No final de 2015, a engenheira química Tânia Fernandes foi nomeada para o cargo de superintendente agroindustrial e liderou uma mudança cultural dentro da empresa. Ela é a primeira mulher a ocupar este posto dentre todas as unidades da Biosev e atualmente reside em Lagoa da Prata.

A primeira ação que o público externo percebeu foi a revitalização da Igreja Santa Clara, no dia 30 de março de 2016. A construção da década de 1960 ficou em reforma por três meses. Durante o trabalho de restauro, uma preocupação da Biosev foi manter as características originais da construção, que tem capacidade de receber 250 pessoas.

A Biosev também implantou uma política de diálogo aberto com a comunidade, recebendo a visita de estudantes e estabelecendo presença nos principais veículos de comunicação locais.

Tânia Fernandes, Superintendente Agroindustrial da Unidade Lagoa da Prata

GERAÇÃO DE EMPREGOS

Durante a safra de 2016, a Biosev gerou diretamente 1850 postos de trabalho somente em Lagoa da Prata – 100 deles foram ocupados por mulheres (31 na indústria, 48 na agrícola e 21 no administrativo). A empresa também investiu em modernização, novas práticas agrícolas, na formação de equipes e a na capacitação dos colaboradores para impulsionar os resultados da safra 2016.

A Biosev adotou a política de reconhecer e valorizar o seu recurso mais importante, que é o capital humano, ou seja, as pessoas que trabalham na empresa. Conforme função exercida, os colaboradores recebem um pacote de benefícios que inclui assistência médica, vacinas, subsídio para despesas com farmácia, transporte fretado, vale-transporte, vale-refeição, cesta básica, previdência privada, participação nos lucros e subsídio para educação.

E além dos benefícios, os colaboradores têm a possibilidade de crescimento dentro da própria empresa, como é o caso de Claudiomar Evangelista Soares, 39 anos. Em 1994 ele iniciou os trabalhos no corte de cana. Cinco anos depois foi efetivado como operador de balança. Em seguida atuou no controle agrícola e foi promovido ao cargo de coordenador de administração de materiais em janeiro de 2016. “As oportunidades na empresa são reais e acontecem sempre. O setor de recursos humanos dá toda a assistência. Quando precisa preencher uma vaga de chefia, a prioridade é dos colaboradores que já estão na empresa. Desde que comecei a trabalhar aqui venho aprendendo e aperfeiçoando. Comecei a trabalhar e as oportunidades foram surgindo”, diz Soares.

RELACIONAMENTO COM A COMUNIDADE

A Biosev possui parcerias com várias entidades de Lagoa da Prata, dentre elas a Apac, a Amavi e a própria Prefeitura. Em 2016 foram doadas 8 toneladas de açúcar a 13 entidades: Associação de Proteção e Assistência ao Condenado (Apac), Serviços de obras sociais (SOS), Associação Obras de Maria e São Miguel Arcanjo, Lar São Vicente, Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), Associação Municipal de Apoio às Vítimas de Violência (Amavi), Fundação Chiquita Perillo, Associação Francisco Assis e Fazenda de recuperação Novo Caminho. A doação faz parte de uma parceria firmada com a Prefeitura, por meio do o evento beneficente “Unidos por Lagoa”, realizado no mês de dezembro.

COLHEITA MECANIZADA

A colheita na safra 2016 da Biosev foi 100% mecanizada. A empresa investiu na mecanização do processo, que oferece maior bem estar à população, tecnificação da mão de obra necessária para a operação de máquinas e equipamentos, traz benefícios ao solo e preserva o meio ambiente. Desde 2015, a Biosev, em parceria com a Polícia Ambiental, vem desenvolvendo ações para coibir incêndios criminosos. Foi criado um disque denúncia para auxílio à população, cujo número é 0800- 940-9199.

PLANTIO DE 7 MIL MUDAS

A equipe agrícola da unidade de Lagoa da Prata (MG) da Biosev plantou sete mil mudas de árvores nativas da região entre os dias 22 e 23 de dezembro. A ação foi realizada em Áreas de Preservação Permanente (APP) da comunidade de Capoeirão e na Fazenda Bonifácio, ambos em Japaraíba, e contou com a parceria da Polícia de Meio Ambiente de Lagoa da Prata, Prefeitura de Japaraíba, além do prefeito de Japaraíba, Roberto de Emílio Lopes, e do padre Leonardo da Silva Campos.

De acordo com Tânia Fernandes, superintendente da unidade de Lagoa da Prata da Biosev, o objetivo do plantio voluntário das sete mil mudas é contribuir com a recuperação das Micro Bacias do Alto São Francisco. “A área onde as mudas foram plantadas estavam degradadas e o plantio das árvores visa recuperar o solo e preservar lagoas do município de Japaraíba”, explica.

Deixe o seu comentário e compartilhe no Whatsapp