COMPARTILHAR
Continua depois da publicidade.

A ação durou cerca de 15 minutos e um jovem ficou ferido ao passar pelo local

Cerca de oito homens fortemente armados explodiram os caixas eletrônicos da Caixa Econômica Federal de Lagoa da Prata na madrugada de hoje (30). Momentos de terror tomaram conta de vizinhos e de hospedes de um hotel próximo ao local.

Segundo um atendente de hotel, o momento foi de muito medo. “Balançou o hotel todo de tão forte que foram as explosões. Eles não queriam machucar ninguém, apenas roubar o dinheiro porque gritavam o tempo todo que era pra todo mundo voltar a dormir e que não ia dar nada não. Vendo que eles tinham quebrado a porta de entrada do banco nós ficamos com muito medo e corremos para o fundo do hotel. Os hóspedes só desceram quando perceberam que os bandidos haviam ido embora, mas todos estavam muito assustados”, afirmou.

Continua depois da publicidade.

A ação durou cerca de 15 minutos e enquanto o caixa era explodido, um motociclista que passava pelo local foi parado e agredido com coronhadas. Assim que terminaram a ação, os suspeitos fugiram e deixaram a vítima, de 29 anos, ferida no chão. O jovem aguardou a PM no local e foi socorrido em seguida. “Foi horrível, eles quebraram o vidro com um pé-de-cabra. Foi um susto que jamais senti. Deram tiros demais e gritaram bastante também”, destacou.

Após cessar a ação, os suspeitos fugiram em um Honda Civic sentido à cidade de Luz. Ainda no veículo, os autores efetuaram vários disparos e na sequência foram ouvidas diversas explosões. O local foi isolado e a perícia técnica comparecerá ao endereço posteriormente.

Segundo informações da Polícia Militar, o veículo utilizado no crime foi encontrado por volta das 10 horas em um matagal, porém o local ainda não foi divulgado. “Ele foi localizado, contudo ainda não sabemos ainda se a placa é verdadeira e se esta corresponde ao chassi e número do motor. Estamos aguardando a Polícia Federal para que a perícia seja feita, pois não podemos mexer no veículo”, afirmou o Tenente Batista da Polícia Militar.

 

Deixe o seu comentário e compartilhe no Whatsapp