COMPARTILHAR
Continua depois da publicidade.

O horário de verão termina no próximo domingo (16) nas regiões Sudeste, Centro-Oeste e Sul do país. Com isso, à meia-noite do sábado (15) para o domingo, os relógios devem ser atrasados em uma hora.

Segundo o Operador Nacional do Sistema (ONS), nos 119 dias de duração, a economia deve chegar aos R$ 400 milhões. No entanto, o valor oficial ainda não foi divulgado.

Continua depois da publicidade.

Desde o dia 20 de outubro, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, além do Distrito Federal foram afetados pelo horário de verão.

O fim do horário de verão acontece 11 dias depois de um apagão que deixou mais de um milhão de pessoas sem energia em 11 Estados. Em Minas Gerais, aproximadamente 230 mil consumidores, inclusive da capital, ficaram sem energia elétrica.

No último dia 5, de acordo com o ONS, foram detectados dois curto-circuitos – quase simultâneos – no sistema de transmissão entre Miracema (TO) e a usina de Serra da Mesa (GO), em duas das três linhas de transmissão que atravessam a região. Com a queda das duas linhas, a terceira ficou sobrecarregada e caiu também, o que, segundo o ONS, era esperado, considerando o mecanismo de proteção do sistema.

Fonte: otempoonline

Deixe o seu comentário e compartilhe no Whatsapp