COMPARTILHAR
Continua depois da publicidade.

A amebíase é uma infecção parasitária que acomete o intestino. Ela é bastante comum em áreas do mundo onde o saneamento básico é deficiente, permitindo que alimentos e água sejam expostos à contaminação fecal.

Causas

Continua depois da publicidade.

Amebíase é causada pelo parasita Entamoeba histolytica, que entra no organismo principalmente por meio da ingestão de água ou comida contaminadas. Esse parasita também pode entrar no corpo por meio do contato direto com a matéria fecal. Entamoeba histolytica libera cistos, que são uma forma relativamente inativa do parasita e que pode viver por vários meses no ambiente em que foram depositados, geralmente nas fezes, no solo e na água. Eles também podem ser transmitidos por manipuladores de alimentos e por meio de relação sexual desprotegida.

Fatores de risco

Alguns fatores são considerados de risco para infecção por amebíase, como:

  • Alcoolismo
  • Câncer
  • Desnutrição
  • Idade infantil ou idade avançada
  • Gravidez
  • Viagem recente a uma região que não dispõe de boas condições sanitárias e de higiene
  • Uso de corticoide para inibir o sistema imunológico
  • Manter relações sexuais desprotegidas

Sintomas de Amebíase

A maioria das pessoas com amebíase não manifesta sintomas. Quando eles surgem, no entanto, costumam aparecer de sete a dez dias após a exposição ao parasita.

Sintomas leves de amebíase

  • Cólicas abdominais
  • Evacuação de fezes pastosas com muco e sangue ocasional
  • Fadiga
  • Gases em excesso
  • Dor retal durante evacuação (tenesmo)
  • Perda de peso involuntária

Sintomas graves de amebíase

  • Sensibilidade abdominal
  • Evacuação de fezes líquidas, às vezes com sangue
  • Evacuação de dez a 20 vezes por dia
  • Febre
  • Vômitos

Complicações possíveis

Amebíase não tratada pode causar complicações mais graves de saúde, a exemplo de:

  • Abscesso hepático
  • Efeitos colaterais dos medicamentos, incluindo náusea
  • Disseminação do parasita por meio da corrente sanguínea para o fígado, pulmões, cérebro e outros órgãos.

Prevenção

Saneamento básico e condições adequadas de higiene são a chave para evitar a amebíase. Outras medidas também podem ser adotadas:

  • Lave bem as mãos com água e sabão após usar o banheiro e antes de manipular alimentos
  • Lave bem frutas e verduras antes de comê-las
  • Evite comer frutas ou vegetais, a menos que você lave e descascá-los você mesmo
  • Beba somente água engarrafada
  • Evite leite, queijo e outros produtos lácteos não pasteurizados
  • Evite alimentos vendidos por ambulantes.

Deixe o seu comentário e compartilhe no Whatsapp