COMPARTILHAR
Continua depois da publicidade.

Superar barreiras, quebrar preconceitos, conquistar os objetivos e ultrapassar os limites do possível. A Apae de Lagoa da Prata, representada pela delegação de 25 atletas especiais e 5 professores, participou dos Jogos Especiais de Primavera, realizados em Arcos, no dia 24 de setembro.

A competição foi disputada no poliesportivo e contou com a participação de 133 atletas de 7 cidades: Lagoa da Prata, Arcos, Bambuí, Divinópolis, Formiga, Pains e Pimenta.

Continua depois da publicidade.

Os representantes de Lagoa da Prata conquistaram medalhas, mas a professora de educação física Aparecida Maria Diniz destaca que o mais importante foi o envolvimento deles com a superação dos próprios limites. “A importância desses eventos vai além da socialização e da convivência com outras pessoas. Eles mostraram para si mesmos que são capazes de realizar as atividades. Eles deram o melhor de si e trabalharam em equipe também, um ajudando e torcendo pelo outro”, disse Diniz.

A etapa de Arcos dos Jogos Especiais de Primavera foi disputada nas modalidades de corridas rasas, revezamento, caminhada para pessoa com paralisia cerebral, corrida especial para atletas acima de 40 anos, arremesso de peso, lançamento de pelota, lançamento de dardo, salto em distância, corrida de cadeirante e caminhada para obeso.

O aluno Paulo José, 15 anos, ficou em terceiro lugar na corrida de 25 metros e ficou satisfeito com o resultado alcançado. “Gostei demais. Foi bacana. Eu me senti muito honrado em ter participado pela primeira vez representando a Apae, que é uma instituição que eu admiro muito. Disputar os jogos foi um incentivo muito grande para nós”, disse Paulo.

Foto: Sala 11 Fotografia

Deixe o seu comentário e compartilhe no Whatsapp