COMPARTILHAR
Continua depois da publicidade.

Entrevista com o nutricionista esportivo Francisco José de
Lima Miranda (Chicão) sobre alimentação e suplementação dos
atletas de ciclismo e mountain bike

O nutricionista esportivo Chicão afirma que é essencial para a saúde dos atletas uma alimentação balanceada, treino e repouso. Diretor da Vida Ativa Suplementos Nutricionais, ele dá dicas importantes para os praticantes de spinning e mountain bike.

Continua depois da publicidade.

JORNAL CIDADE: Como deve ser a alimentação do atleta que anda de bicicleta

Chicão: A boa alimentação cabe em todos os esportes. A reeducação alimentar é essencial para o dia a dia de qualquer pessoa. Boa alimentação é sinal de qualidade de vida. Na atividade física existe um gasto energético muito grande e uma depleção intensa de vitaminas e sais minerais. Com a alimentação adequada é possível evitar a fadiga, lesões, câimbras e melhorar o seu rendimento.

JC: Mas na prática como deve ser a alimentação?

Chicão: Você tem que fazer o básico. Se alimentar de três em três horas, pelo menos três porções de frutas ao dia, alimentos com várias cores no prato, etc. Durante a atividade física cada um vai ter uma necessidade específica. Um ciclista que pedala 20 quilômetros por dia tem necessidade energética diferente daquele que pedala quarenta quilômetros.

JC: Você também é praticante de mountain bike?

Chicão: Claro. Lagoa da Prata oferece estradas boas, com subidas muito íngremes, além de trilhas muito técnicas. A região é propícia a prática do exercício e andar de bike é muito gostoso. Já pedalo há oito anos. Em média, pedalo 50 quilômetros duas vezes por semana, mas não é na mesma intensidade dos nossos atletas, como Gustavo dentre outros. Estou no nível “roia”! O que eu faço em uma hora e meia eles fazem em 50 minutos (risos).

JC: Para quem pretende fazer um exercício mais intenso, o que você recomenda em termos de alimentação? Quando se faz necessária a suplementação?

Chicão: A primeira regra é se alimentar bem. Esse é o segredo, dieta equilibrada. Depois, se for necessário, fazer uso de suplementação. Por exemplo: uma pessoa que vai praticar atividade física bem cedo, de madrugada e não consegue comer um pão francês ou um pedaço de bolo, um copo de leite com café e vai treinar, eu mesmo não consigo. É quando entra a suplementação. Ela pode ser feita no pré-treino, durante
e pós-treino. A gente adapta uma dieta de acordo com a sua necessidade diária. Para aqueles que treinam a noite, a suplementação pode ajudar no seu sono, por exemplo. Relaxando a musculatura do indivíduo que está muito tenso devido ao treino, induzindo o mesmo a um sono de qualidade e recuperador.

JC: A Vida Ativa é uma loja especializada em suplementos nutricionais que já atua há quatro anos em Lagoa da Prata, Arcos, Samonte e Bom Despacho. A que se deve a aceitação do público?

Chicão: O que mais alavancou as vendas na Vida Ativa é o fato de que minha esposa e eu sermos nutricionistas esportivos e prestamos todas as orientações para que nossos clientes alcancem o seu objetivo. Também o entendimento de que o suplemento
não é nocivo à saúde e que não é um medicamento. É um alimento. As pessoas estão entendendo que não existe fórmula mágica. É preciso disciplina para alcançar resultados: alimentação, atividade física e sono.

Chicão atende na:
•CLÍNICA PRÓ-SAÚDE: Rua Modesto Gomes, 343, Centro,
Lagoa da Prata – Fone: (37) 3261-3396
•VIDA ATIVA: Av. Brasil, 499, Centro, Lagoa da Prata –
Fone: (37) 3261-3905
•SAMONTE: Rua Francisco Teotônio de Castro, 117 –
São Lucas – Fone: (37) 3281-2881
•ARCOS: Av. Magalhães Pinto, 338 – Centro – Fone: (37)
3351-5134

Clinica Pro Saúde

Vida Ativa (2)

Deixe o seu comentário e compartilhe no Whatsapp