COMPARTILHAR
Continua depois da publicidade.

Editada em 08 de julho de 2014.

A tragédia que aconteceu na madrugada deste sábado, dia 5, na MG-170, Região Centro-Oeste de Minas Gerais, mobilizou moradores das cidades de Pimenta, Piumhi e Formiga. Cinco pessoas morreram em um grave acidente que envolveu quatro veículos.

Continua depois da publicidade.

Segundo informações da Polícia, por volta de 5h50, o formiguense Manoel Luiz do Couto Sá (Nenel), 26 anos, motorista de um Fiat Palio, parou para trocar um pneu furado. Amigos dele, que seguiam em um Celta e em um Fiat Strada, também estacionaram para ajuda-lo. Todos voltavam da Festa de Peão, na cidade de Pimenta. O grupo ficou na rodovia ajudando na troca do pneu, sendo que minutos depois de pararem no local, foram surpreendidos por um Jetta em altíssima velocidade, que seguia no sentido Pimenta/Guapé, e que atingiu os três veículos parados e atropelou várias pessoas que estavam no local. A polícia ainda não sabe afirmar se todos os mortos estavam fora ou dentro dos carros, mas os corpos foram encontrados no local do acidente espalhados e distantes uns dos outros.

Ainda, segundo dados da Polícia, 11 pessoas foram socorridas com ferimentos e levadas aos hospitais de Piumhi e de Pimenta, entre eles o motorista do Jetta Gabriel Lopes Dornela, 18 anos, morador de Piumhi.

A Polícia apurou que o condutor do Jetta tem carteira provisória e há suspeita de que ele estivesse bêbado, mas como ele foi socorrido com ferimentos não foi possível fazer o teste do bafômetro. Enfermeiras que o atenderam confirmaram para a Polícia que Gabriel estava com hálito etílico.

A PM informou ainda que o Jetta estava superlotado, com sete pessoas, além disso, o estrago nas carrocerias dos veículos foi muito grande, o que faz a Polícia acreditar na velocidade excessiva do Jetta, o que pesa ainda mais contra o motorista, já que a MG-170 passa por obras de asfaltamento e o trecho onde ocorreu o acidente acabou de receber a camada de asfalto e estava sinalizado com alertas sobre a obra e velocidade máxima de 40 km/h. A polícia tentou ouvir o motorista, que mesmo ferido conseguia conversar, mas ele estava cercado de familiares e de um advogado que o orientou a não prestar esclarecimentos aos policiais.

Amigos e parentes pedem justiça

Após o acidente, e a divulgação dos fatos apurados pela Polícia Militar, amigos e parentes das vítimas utilizaram em massa as redes sociais para pedir justiça e punições severas ao motorista que provocou o acidente, que matou as cinco pessoas. A polícia informou que as investigações vão continuar e que, caso as acusações de embriaguez, excesso de velocidade e superlotação do veículo sejam comprovadas, o motorista do Jetta, Gabriel Lopes Dornela, pode ser autuado por homicídio doloso, quando há a intenção de matar.

A população das cidades de Piumhi e Formiga, além de amigos e familiares das vítimas, aguardam o fechamento do caso para saber qual será o desfecho final desta tragédia.

Vítimas

Segundo a Polícia, os mortos são Manoel Luiz do Couto Sá (Nenel), 26 anos, Camila Aparecida Costa, 24 anos, Gisele Cristina Lima, 25 anos, além dos irmãos Marcos Roberto Gonçalves, 31 anos, e Marcelo Luiz Gonçalves, 26 anos. Entre os feridos está um terceiro irmão de Marcos e Marcelo, encaminhado ao hospital. Todas as vítimas são moradoras de Piumhi e de Formiga, por isso as cidades estão em estado de comoção com a tragédia.

7792_0

7800_0

Fonte: Jornal Tribuna.

Deixe o seu comentário e compartilhe no Whatsapp