COMPARTILHAR
Continua depois da publicidade .
Batida frontal entre veículos de passeio pode ter sido causada pela chuva que deixou a pista bastante molhada, segundo informou a Polícia Militar Rodoviária (PMRv)

Um grave acidente de trânsito na madrugada deste sábado (20) na MG-050, na altura do KM 165, na cidade Pedra do Indaiá, no Centro-Oeste de Minas, provocou a morte de três pessoas e deixou cinco feridas, sendo quatro em estado grave e uma criança com ferimentos leves.

A batida frontal entre um Chevrolet Tracker prata, com placa de Formiga, e um Fiat Palio branco, com placa de São Paulo, pode ter sido causada pela chuva que deixou a pista bastante molhada, segundo informou a Polícia Militar Rodoviária (PMRv). No entanto, apenas a perícia técnica poderá afirmar o que teria causado o acidente. O resultado deve ficar pronto em até 30 dias.

Continua depois da publicidade .

Motoristas que passavam pelo local e presenciaram o acidente acionaram a corporação. Na rodovia, testemunhas contaram que o Palio seguia no sentido Divinópolis, quando em um determinado momento, o condutor Murilo Costa Rozendo Silva, de 20 anos, perdeu o controle.

O veículo rodou na pista e só parou ao bater contra o Tracker. O motorista Silva, e o passageiro Luiz Eduardo Goes Monteiro Bossolan, de 23, morreram na hora, segundo informou a PMRv.

Já os outros ocupante do Palio identificados como Fabrício Marchede Santos, de 20, Victor Oliveira e Silva, de 22, e Ícaro Gabriel Manzini Martins, de 20, ficaram gravemente feridos. Eles foram socorridos pelo Corpo de Bombeiros e encaminhados para a Unidade de Pronto-atendimento (UPA) de Divinópolis.

No outro veículo, estavam a passageira Vânia Cristina Ferreira, de 51, que também morreu na hora, e o motorista Wanderson Alves Leal, de 39, que foi socorrido em estado grave.

Uma menina, de 5 anos, que também estava no Tracker teve ferimentos leves. Ela e Leal também foram socorridos para a UPA de Divinópolis. A PMRv não soube dizer se os ocupantes do Tracker eram da mesma família.

Os corpos dos feridos que não resistiram ao acidente foram encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML) de Bom Despacho.

Por: O Tempo

Deixe o seu comentário e compartilhe no Whatsapp